FNRU abre inscrições para o curso sobre Violência, segurança pública e direito à cidade


Sobre o curso

Viver plenamente a cidade é poder divertir-se, trabalhar, descansar, aprender e caminhar pelo espaço urbano com segurança. A violência é, portanto, um fenômeno que limita nosso direito à cidade, sendo importante então que sejam estudadas suas conexões, especialmente sob uma ótica interseccional.

No curso “Violência, segurança pública e direito à cidade”, debateremos a relação entre direito à cidade e segurança pública, o impacto da ação criminal sobre a vivência e a gestão de territórios urbanos em diferentes regiões do país, a violência a partir das perspectivas de grupos especialmente atingidos por ela (como pessoas negras, mulheres, LGBTQIAP+, moradores de territórios populares, dentre outros), bem como possibilidades de intervenções e políticas urbanas que revertam esse quadro. 

Serão 07 aulas, sempre às terças-feiras e quintas-feiras das 19h às 21h, e desafios propostos pela coordenação do curso aos participantes, integralizando 20h de curso, com emissão de certificado mediante participação em no mínimo 75% de nossas atividades (aulas e desafios).

Esta iniciativa faz parte de um ciclo de formações promovido pelo Fórum Nacional de Reforma Urbana, juntamente com a Habitat para Humanidade BrasilCDES Direitos Humanos e Observatório das Metrópoles, com apoio da União Europeia, e está sendo realizado sob coordenação da Escola da Cidadania do Instituto Pólis.



Quem pode se inscrever?

O curso é destinado ao público em geral, qualquer pessoa interessada pode se inscrever. As pessoas selecionadas serão credenciadas e notificadas alguns dias antes do início do curso, e receberão um documento orientador com todas as informações relativas ao curso. 

As vagas são limitadas e as inscrições serão encerradas caso seja atingido o limite máximo.






Confira a programação

O curso acontecerá de 15/08 a 05/09, com encontros às terças e quintas, das 19h às 21h, nos quais serão abordados os seguintes assuntos:

15/08 (terça) – Cidadania entre cortes e genocídio: segregação racial, direito à cidade e à segurança pública, com Dennis Pacheco.

17/08 (quinta) – Violência de gênero, LGBTQIAPNfobia e direito a espaços vitais, com Rubby da Silva Rodrigues e Raquel Ludermir.

22/08 (terça) – Amazônia entre centralidades criminais e sociobiodiversas, com Aiala Colares de Oliveira Couto.

24/08 (quinta) – Direito à cidade no emaranhado de tramas da governança criminal – os casos de Rio de Janeiro e São Paulo, com Edu Carvalho e Orlando Alves dos Santos Jr.

29/08 (terça) – Direito à cidade no emaranhado de tramas da governança criminal – o caso do Ceará, com Luís Fábio Silva Paiva e Valéria Pinheiro.

29/06 (quinta) – Segurança pública: políticas não repressivas para efetivação do direito à cidade, com Paulo Moraes e Tamires Sampaio.

05/09 (terça) – Perspectivas de planejamento e intervenção, com Prof. Rodrigo Iacovini.

Compartilhar: