Juventude, cultura e direito à cidade: novo curso com inscrições abertas!


Sobre o curso

O curso “Juventude, cultura e direito à cidade” reúne fazedores da cultura e especialistas com o objetivo de debater o direito à cidade a partir de movimentos e expressões artístico-culturais. Manifestações culturais vivenciadas no espaço público serão centrais nessa formação, na qual também vamos debater expressões culturais periféricas, juventude e políticas públicas, gênero e corporeidades, e incidência política. No decorrer do curso, teremos desafios e atividades interativas, com o intuito de incentivarmos mapeamentos culturais, identificando movimentos e ações artísticas em defesa do direito à cidade. 

Serão 07 aulas, sempre às terças-feiras e quintas-feiras das 19h às 21h, e mais 6h de atividades assíncronas, integralizando 20h de curso, com emissão de certificado mediante participação em no mínimo 75% de nossas atividades.

Esta iniciativa faz parte de um ciclo de formações promovido pelo Fórum Nacional de Reforma Urbana, juntamente com a Habitat para Humanidade BrasilCDES Direitos Humanos e Observatório das Metrópoles, com apoio da União Europeia, e está sendo realizado sob coordenação da Escola da Cidadania do Instituto Pólis.



Quem pode se inscrever?

O curso é destinado ao público em geral, qualquer pessoa interessada pode se inscrever. As pessoas selecionadas serão credenciadas e notificadas alguns dias antes do início do curso, e receberão um documento orientador com todas as informações relativas ao curso. 

As vagas são limitadas e as inscrições serão encerradas caso seja atingido o limite máximo.






Confira a programação

O curso acontecerá de 13/06 a 04/07, com encontros às terças e quintas, das 19h às 21h, nos quais serão abordados os seguintes assuntos:

12/06 (segunda) – Práticas Culturais na Cidade: Contracultura, antirracismo e espaço público, com Salloma Salomão.

15/06 (quinta) – A expressão cultural das periferias brasileiras, com Tiarajú D’Andrea e Pretim daleste.

20/06 (terça) – A luta da juventude  excluída das políticas públicas por direito à cultura na cidade, com Ciça Pereira e Harika Maia.

22/06 (quinta) – Tensões Narrativas: Cultura de rua e protagonismo periférico, com Felipe Choco, Preto Michel e Sarah Esli.

27/06 (terça) – Meu corpo na rua: tensões narrativas, gênero e dissidências, com Nenesurreal.

29/06 (quinta) – Cultura e incidência política: transformações que as ruas reivindicam, com Janielly Azevedo e Marcelo Teles (Centro Cultural Que Ladeira é Essa?)

04/06 (terça) – Mapeamento Cultural, com Cássia Caneco e Sarah Esli.

Compartilhar: